CLICK HERE FOR FREE BLOGGER TEMPLATES, LINK BUTTONS AND MORE! »

Friday, June 21, 2013

Opinião: Siege and Storm

Título: Siege and Storm (segundo volume da trilogia The Grisha)
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Henry Holton and Company

Sinopse: Darkness never dies.

Hunted across the True Sea, haunted by the lives she took on the Fold, Alina must try to make a life with Mal in an unfamiliar land. She finds starting new is not easy while keeping her identity as the Sun Summoner a secret. She can’t outrun her past or her destiny for long.

The Darkling has emerged from the Shadow Fold with a terrifying new power and a dangerous plan that will test the very boundaries of the natural world. With the help of a notorious privateer, Alina returns to the country she abandoned, determined to fight the forces gathering against Ravka. But as her power grows, Alina slips deeper into the Darkling’s game of forbidden magic, and farther away from Mal. Somehow, she will have to choose between her country, her power, and the love she always thought would guide her–or risk losing everything to the oncoming storm.

Opinião: Depois de ter absolutamente adorado o primeiro volume desta trilogia a minha animação relativamente a Siege and Storm foi sempre imensa, tendo sempre vindo a crescer à medida que os meses de espera até ao seu lançamento iam diminuindo. E é com enorme satisfação que digo que digo que este livro não me desapontou, conseguindo livrar-se da típica síndrome do segundo livro com extrema facilidade.

Se já tinha gostado do crescimento de Alina ao longo de Shadow and Bone, então fiquei absolutamente rendida às transformações que ocorreram durante todo este livro. Alina vê-se agora confrontada com a sua própria sede por poder e com as suas mudanças de comportamento (e, no geral, de visão face a tudo o que a rodeia) à medida que vai avançando pelo caminho que a busca pelos amplificadores de Morozova (iniciada no primeiro volume) a obriga a percorrer.

Quanto a Mal, o caminho que este é forçado a percorrer durante Siege and Storm é doloroso, sobretudo a nível emocional, o que, obviamente, vai fazer com que a distância que o separa de Alina, psicológica e emocionalmente, seja cada vez maior. Para mim, Mal foi sempre uma personagem de que gostei mas que nunca achei que fosse certa para a nossa protagonista, alguém que sempre se me afigurou como incapaz de compreender aquilo que Alina verdadeiramente é. À medida que esta vai mudando e tornando-se cada vez mais diferente da rapariga frágil e que sempre se sentiu inútil que Mal conhecera durante quase toda a sua vida, à medida que ele próprio se sente ser empurrado para uma situação onde ele não tem qualquer utilidade e onde, pela primeira vez, se sente sem propósito, a relação entre os dois torna-se extremamente complicada.

O Darkling continua a ser o antagonista mais complexo que já li dentro do género YA. A relação dele com Alina torna-se ainda mais difícil, sobretudo devido às ações e decisões que ele toma ao longo deste livro. Ainda assim, a noção de que luz e trevas se completam e não podem existir uma sem a outra toma um papel fundamental em Siege and Storm, o que me faz ter esperança numa conclusão brilhante para esta dinâmica no terceiro livro.

Por fim, temos uma nova personagem: Sturmhond, um corsário com um sentido de humor espetacular, uma mente brilhante e uma presença que irradia confiança e que nos faz gostar imediatamente dele.

Este é, sem dúvida alguma, um livro fantástico com um final de cortar a respiração (e que só consegue deixar-me ainda mais infeliz com o facto de Ruin and Rising, o terceiro e último volume desta trilogia, só sair no próximo ano). Dou-lhe 5 de 5★!

Monday, June 17, 2013

O que chegou pelo correio... ♥

Encomendei estes livrinhos através do Book Depository há umas semanas atrás para ver como todo o sistema do site funcionava e não podia estar mais satisfeita com o resultado.
Aqui vos mostro as fotos dos mesmos:

Coleção inteira Beatiful Creatures

Siege and Storm, segundo livro da trilogia The Grisha



















Como sabem, o primeiro volume da trilogia The Grisha intitulado Shadow and Bone ganhou um lugar seguríssimo na minha lista de livros preferidos. Portanto, o meu entusiasmo para ler Siege and Storm foi sempre enorme pelo que não consegui evitar pré-encomendar o livro.

Quanto à coleção Beautiful Creatures, vi o filme que fizeram baseado no primeiro volume e gostei bastante, pelo que decidi comprar os livros e deixar-me levar e encantar por esta história de fantasia cuja premissa conseguiu, por si só, deixar-me fascinada.

Deixo-vos, assim, com a sinopse de Siege and Storm que vou começar a ler imediatamente e do qual podem esperar ler uma opinião muito em breve:

Darkness never dies.

Hunted across the True Sea, haunted by the lives she took on the Fold, Alina must try to make a life with Mal in an unfamiliar land. She finds starting new is not easy while keeping her identity as the Sun Summoner a secret. She can’t outrun her past or her destiny for long.

The Darkling has emerged from the Shadow Fold with a terrifying new power and a dangerous plan that will test the very boundaries of the natural world. With the help of a notorious privateer, Alina returns to the country she abandoned, determined to fight the forces gathering against Ravka. But as her power grows, Alina slips deeper into the Darkling’s game of forbidden magic, and farther away from Mal. Somehow, she will have to choose between her country, her power, and the love she always thought would guide her–or risk losing everything to the oncoming storm.


Boas leituras!
Maria x